Matisse - Lady on the terrace (1906)

terça-feira, 22 de junho de 2010

Para não dizer que não falei da...Copa


Torcer ou não torcer....

Acho que depois de ficar 'grande' aquela emoção de torcer pelo Brasil na Copa vai passando, passando... acaba que há muito não me animo a torcer por coisa alguma, nada mesmo! Mas eis que este ano, eu e meu excelentíssimo estamos a fim de curtir bem juntinhos os jogos, então, que jeito!

Passamos horas lembrando das nossas Copas inesquecíveis, todo mundo tem a sua, eu acho, e aí, depois de muito flashback, acabamos entrando na vibe novamente. Foi pra lá de nostálgico lembrar da primeira copa que eu assisti, a de 86 aos 7 anos, na casa de um casal de senhores que cuidavam a mim e ao meu irmão, e que eram, por sinal, uns fofos. Os jogos eram regados a pipoca, bolos deliciosos, e a gente ainda tinha aqueles copos ridículos da Pepsi, com desenhos chinfrins da seleção! Caramba, eu já tomei Pepsi. Que bom que evoluí. E mais, a gente tinha álbum da seleção, cujas figurinhas muito disputamos no bafo com a criançada da rua, o mano era craque, moá, é ruim hein! E eu sempre pessimista, às vezes achando que minha infância não foi divertida, renegando as cafonices por que desde pequena eu já era meio velha, que bobagem, aconteceram coisas maravilhosas, e essa Copa realmente foi um momento memorável.

Depois eu gosto de lembrar da Copa de 94, ano em que nasceu meu irmão mais novo, da morte do Senna, ano do meu fatídico acidente de carro que me deixou de molho por 3 anos...ô aninho complicado de lembrar, mas a Copa foi à parte. Os amigos do trabalho do meu irmão mais velho iam de bando lá pra casa e a mãe fazia guloseimas, cafézinho, e aquela cambada toda reunida fazia uma gritaria que os vizinhos odiavam, e claro, inventavam um monte de fofocas, imagina só, tanto homem junto com 2 mulheres, já pensou? O povo moralista ganhou o que falar naquele tempo! Eu nem aí, gritei muito GOL e fui muito feliz enquanto os urubus espreitavam...

Tempo bom...e eu sempre pessimista achando que a vida nem foi tão jóia assim! Que bobagem, eu sou bem velha mesmo!

Em 2010 eu vou torcer muito, sem exagerar no ufanismo, até por que de patriota eu não tenho um osso, mas sentar, comer pipoca (cérebro de gordo já pensa logo em comer), tomar um chá, pra evitar a cafeína, abraçar meu gatão, ver meus filhos torcendo e conhecendo os jogadores, diga-se de passagem, bem mais que eu, que só conheço os bonitinhos, e deixar o resto de lado. Vou abstrair um pouco, sem me alienar, mas me permitir curtir a seleção, esquecer que lá em Brasília os caras adoram Copa, que aí o povo esquece deles, esquecer que ainda tem guerra no Iraque, que tem tropas brasileiras se metendo lá no Haiti, e o boicote ao povo Palestino. Arre, por isso é que eu não torço, então é melhor eu não pensar em mais nada...exercício ao contrário, vamos lá, 1, 2, 3: Copa, Copa, Copa...será que vai funcionar? Tomara, por dúvidas das vias: dá-lhe vuvuzela!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Obrigada por frequentar este Mafuá, mas peço-lhe, caso pretenda copiar algum texto ou imagem, por favor faça a devida referência. Namaskar!!