Matisse - Lady on the terrace (1906)

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Pão medieval...


Fui fazer um pão super saudável de cenoura, linhaça e tal...acabou a linhaça, ok, ainda me restavam as cenouras... misturei tudo, com amor, carinho, mantras...sovei e...nada, o pão não se mexia...tempo, tempo, tempo...nada, o pão continuava igualzinho!! Neste caso então me ocorreu dar ouvidos a minha intuição que me disse que talvez o fermento estivesse vencido desde a primeira vez que o vi, mas claro, eu não dei bola, lógico! Elementar meu caro pão, o suspeito de fato foi pego em flagrante, vencido há 11 meses...mas não foi comprado há umas poucas semanas? Sim, mas certas coisas nem Sherlock resolveria se vivesse nesta encarnação, enfim...o pão assou e não me desapontou de todo, apenas ficou baixinho, como aqueles pães que eu sempre vi nos filmes medievais, então agora eu posso dizer que fiz um pão do tipo que foi servido na Santa Ceia, ou, como disse meu marido, o pão da inquisição, credo!
Fotografia de Magda Martins - Caçapava do Sul em www.cameraviajante.com.br

Um comentário:

  1. Muito comum isso comigo também - adorei! - o pão da inquisição! :)) (vai virar ditado aqui em casa! - e lembrança tua, é claro!) Hoje fiz uma postagem dedicada, entre outras coisas, a uma amiga que faz pão e precisa de 25 minutos de espera para o fermento. Agooora, nestes casos de fermento vencido é difícil... nem a Nona de Beethoven resolveria. Re, re :))

    ResponderExcluir

Olá! Obrigada por frequentar este Mafuá, mas peço-lhe, caso pretenda copiar algum texto ou imagem, por favor faça a devida referência. Namaskar!!